Arquivo da tag: sakuras

Japão – Kyoto II: Mais templos e mais sakuras

O segundo dia em Kyoto será divido em dois posts por motivos de: QUE LUGAR FODA DA PORRA! Ok que eu posso falar isso de tudo o que vi durante essa viagem, mas Kyoto é demais! hahaha… to rindo, mas é sério :P

Compramos o City Bus All Day Pass, que dá direito a usar uma determinada linha de ônibus durante o dia todo, vende no terminal de ônibus da estação JR Kyoto – só optamos por ele no segundo dia devido a distância e quantidade de lugares que pretendíamos ir. Começamos pelo Kinkaku-ji (Templo do Pavilhão Dourado), um templo lindo, com lagos e um pavilhão coberto de folha de ouro puro e com uma fênix chinesa no telhado.

Em Gion (que eu vou contar no próximo post), visitamos mais templos e, para mim, o mais espetacular e emocionante foi o Ryozen Kannon, um memorial que homenageia os não sobreviventes da Segunda Guerra Mundial. Lá tem uma estátua enorme de Bodhisattva Avalokiteśvara (Kannon), com 24 metros de altura, feita de concreto e aço, construída por Hirosuke Ishikawa e revelada em 1955. Assim como no Grande Buda de Kamakura, também podemos visitar a estátua por dentro, onde encontramos santuários e altares.

O dia estava ensolarado e Kyoto é um lugar tão incrível que até tira nossa respiração, foi por isso que optamos por dividir os passeios em dois dias. E foi exatamente assim, sem ar de tanta emoção, que me senti quando passamos por Philosopher’s Walk. Uma calçada na beira de um canal, famosa pela linha contínua de árvores de cerejeira – e onde, mais uma vez, ficamos um tempão contemplando as sakuras *-*

🌸🌸🌸

Japão – Tokyo: Parque Ueno e as sakuras

Nosso primeiro e tão aguardado passeio foi para ver as flores de cerejeira (sakuras) no Ueno Kōen (Parque Ueno). Quando chegamos e vimos tudo rosinha foi emocionante demais!! Tinha sakuras de vários tipos e cores, foi a a primeira vez que vi as vermelhas… lindas!

O parque é um dos mais populares de todo Japão, fica no distrito de Ueno do bairro de Taito, Tóquio. O acesso é super rápido, pois está bem em frente a Ueno Station. Foi fundado em 1873, abriga alguns templos budistas e grandes museus, além de um zoológico. É enorme! Possui mais de 8mil árvores e cerca de 800 árvores de cerejeira.

No dia em que fomos tinha feirinha com comidas e estava bem cheio. O sol sumiu rápido e fazia muito frio, mas passamos o dia lá contemplando as flores que tanto sonhamos ver em seu país de origem ♥ Fotografei um monte e ainda fiz um videozinho (bem amador) para mostrar o máximo aqui pra vocês. Preparados pra chuva de fotos? :D

Voltamos neste mesmo parque depois de quase 20 dias e já não tinha mais sakuras. O tempo de vida delas é muito curto e demos muita sorte de conseguir ver tudo no auge do florescimento, pois poucos dias, antes ou depois, faria toda a diferença!

🌸 🌸 🌸 🌸 🌸

Bosque das Cerejeiras

No fim de semana eu e ozamigues fizemos uma viagem até o Parque do Carmo para conhecer o Bosque das Cerejeiras, onde fica a maior concentração de árvores cerejeiras de São Paulo, com cerca de 4mil árvores e quatro tipos diferentes de flores. Como não pudemos ir no Festival das Cerejeiras no fim de semana anterior, corremos neste para ver os resquícios de flores do parque.

As flores de cerejeira demoram para nascer e são super frágeis ): por isso, mesmo indo apenas uma semana depois delas terem florescido, não conseguimos ver aquelas árvores completameeeenteee cheeeeias de florezinhas cor de rosa. Mas valeu a pena o passeio, o dia estava lindo e ainda conseguimos registrar muitas fotos com as sakuras para mostrar aqui ♥

Parque do Carmo – Olavo Egydio Setúbal
Av. Afonso de Sampaio e Souza, 951 – Itaquera – São Paulo
Aberto todos os dias das 5h30 às 18h

❀ ❀ ❀