Arquivo da tag: Ronaldo Fraga

Catadão SPFW Inverno’15

Eu tentei desapegar, mas não consegui e acabei fazendo um ~catadão~ das coisas lindas que registrei na 38ª edição da SPFW. A principal semana de moda do hemisfério sul completa 20 aninhos e comemora falando de movimento e mudança, extensão e conexão, conceitos que marcam sua trajetória e reforçam seu papel de formentar e instigar novos olhares e reflexões no mercado.

Claro que enlouqueci com as cores assim que cheguei. Composta por quilômetros de elásticos coloridos que contornam a tenda por dentro e por fora, a cenografia desta edição ficou por conta do arquiteto Marko Brajovic e é toda composta por materiais renováveis. O tema escolhido foi Bauhaus, mas não como formas retas e design industrial e sim como corpo, espaço e movimento, coreografia e vestuário. A inspiração veio da peça “Triadisches Ballett”, do figurinista e coreógrafo Oskar Schlemmer, desenvolvida na Bauhaus em 1923. “A peça estuda o corpo, os movimentos e as formas geométricas. É um trabalho de uma contemporaneidade assustadora”, explica Marko.

Assisti apenas dois desfiles, o primeiro foi do Ronaldo Fraga, que teve como tema “Cidade Sonâmbula (Cidades que nunca dormem – mas também não acordam)” com muito vermelho, preto e branco e estampas incríveis de prédios, linhas e rostos. A beleza foi o que causou mais alvoroço, todas as modelos estavam com o corpo pintado de vermelho e com olhos desenhados na testa. Lindo e perturbador!

O segundo desfile que assisti foi o de Lino Villaventura, um pouco de rústico e muito de “homeless chic” em saias, vestidos e sobretudos de veludo, musseline de seda e tricô artesanal. Tudo em shapes confortáveis acompanhados de turbantes simples e olhos bem contornados.

Uma das coisas mais gostosas da SPFW (e que eu já falei muitas vezes por aqui) é reencontrar pessoas queridas pelos corredores e colocar o papo em dia. Desta vez podíamos conversar e saborear algumas delicinhas dos food trucks que estavam por lá ;]

SPFW Inv’14 – Desfiles

Acho que nessa temporada de SPFW assisti mais desfiles do que de costume e infelizmente em alguns eu fui sem câmera (parabéns fotógafos por aguentar seus equipamentos nos ombros/costas o tempo todo, porque eu sou muito franga pra isso), mas nos que levei registrei o que pude para mostrar aqui pra vocês, inclusive backstages (:

Inspirado pelo semi-árido nordestino, o mundo dos cangaços e a arte popular cearense, Ronaldo Fraga apresentou muito couro – cru e em cores, texturizado (navalhado e resinado), além de estampas de terra rachada e tricôs de ponto largo. Com um cenário de árvores, as modelos desfilavam e se escondiam entre elas.

No desfile da Amapô também vimos muito “couro e pele”, dessa vez baseado na cultura caipira. A trilha me chamou muita atenção, não esperava aquele mix de canções sertanejas que eu só ouvia quando visitava os parentes no interior do Paraná hehehe. E no geral, tanto para as moças quanto para os rapazes: muitas jaquetas e calças!

O make da Têca por Helô Rocha foi inspirado no Art Nouveau: olhos bem marcados com glitter laranja e pigmento metalizado que iluminam o olhar. Nos looks um mix de anos 20 e anos 70 -oi? Pois sim, com estampas de releituras de algumas obras de Art Nouveau (20s) e vestidos longos com mangas largas, saias volumosas e chapéus “molinhos”, tudo bem boho (70s).

E a Melissa deixou seus tradicionais estandes super disputados e foi para passarela desfilar sua nova coleção Melissa Nation. Eu e todo mundo ficamos super curiosos e confesso que superou minhas expectativas! As modelos vestiam acessórios e sobreposições de forma exagerada, formando uma miscelânea ética e cultural de países. Telas de TV espalhadas pela passarela focavam nos pés das modelos e a trilha ficou por conta da Orquestra Voadora do Rio de Janeiro.

ronaldofraga_01

ronaldofraga_02

ronaldofraga_03

ronaldofraga_04

amapo_01

amapo_02

amapo_03

amapo_04

amapo_05

teca_01

teca_02

teca_03

teca_04

teca_05

teca_06

melissanation_01

melissanation_02

melissanation_03

melissanation_04

melissanation_05

melissanation_06

Pois é, antes tarde do que mais tarde, hê. E essas são minhas impressões dos desfiles aqui mostrados, espero que gostem e aguardem, pois ainda farei mais alguns posts sobre essa edição ;]

Navegando com Ronaldo

A partir das pesquisas que Ronaldo Fraga fez para sua coleção de verão 2009 (desfilada em 2008), essa exposição tão colorida e gostosa de se ver foi construída. Com o intuito de unir cultura popular, história e moda, a mostra nos revela o que há de mais belo nas margens do Rio São Francisco pelos olhos do estilista.

Ronaldo tem admiração pelo “Velho Chico” desde criança, pois seu pai lá pescava e ao voltar pra casa, além de peixe, levava histórias, músicas, lendas e casos da região. E foi por isso que resolveu transformá-lo em objeto de pesquisa, viajou por suas águas e transformou essa admiração em homenagem. Muito pesquisou, aprendeu, viveu e mostrou tudo isso ao mundo através da moda.

Além de linda, a exposição é integralmente produzida por uma ONG e é um projeto pioneiro junto ao Ministério da Cultura, incentivado pela Lei Rouanet, para a moda brasileira ser reconhecida como instrumento cultural (Pronac 089325) o que a torna ainda mais especial (:

E quem nunca foi até a margem do rio ou passeou por ele, vai sair com uma vontade enorme de fazê-lo, a expo é deslumbrante, as obras parecem souvenirs e da vontade de levar tudo pra casa. Com certeza uma das exposições mais lindas que eu já “vivi”, tanto que fotografei inteira e vou estragar um pouco da “surpresa” aqui ;D

Rio São Francisco navegado por Ronaldo Fraga  – até 26/06
Pavilhão das Culturas Brasileiras (Parque do Ibirapuera – Portão 10)
Terça a domingo – 9h às 17h – Entrada gratuita

SPFW – Dia 4

Tenho sofrido um pouco pra selecionar meus looks favoritos de cada desfile, porque ou eu gosto de tudo ou não gosto de nada (na maioria das vezes) hê.

Huis Clos

Maria Bonita

Ronaldo Fraga

V.ROM

Reserva

Fotos: Agência Fotosite