Arquivo da tag: Marisa

Onde vivem os monstros

Aproveitando o sol e passeando com a camiseta de um dos meus filmes/livros favoritos: Onde vivem os monstros (Where the wild things are. Livro de Maurice Sendak; filme dirigido por Spike Jonze).

  • camiseta Chico Rei
  • shorts Marisa
  • sandália e bolsa Forever 21

Turquesa e Totoro

Um look com laço meigo e casaco quentinho pra esse clima frio que vai e volta.

  • casaco Carrefour
  • vestido e presilha de laço Forever 21
  • meia-calça Marisa
  • tênis Keds
  • batom Viva Glam Nicki – MAC

Menta & Ametista

No dia a dia é muito raro eu usar acessórios. Ando muito de trem e ônibus e fico com medo de enroscar nas outras pessoas (ou até em mim mesma, devido o meu desastre cotidiano), então acabo usando só anéis – os mesmos quase sempre.

Agora que a pedraria ficou ~acessível~ pra todos está difícil resistir, hihi! Por enquanto aderi aos mais simples, como este colar da Caterina foi passear, mas confesso que da vontade de usar vários de uma vez ♥

  • blusa Zara
  • calça Marisa
  • bolsa comprada em um camelô de Santiago
  • colar Caterina foi passear…
  • óculos H&M
  • tênis Vans

Margaridas e couro

A primavera chegou mais quente do que nunca e o clima nublado vem se arrastando junto, então aproveitei e tirei do armário essa jardineira (macaquinho?) de couro sintético que comprei já faz algum tempo… Que tal?

redwall~

~Look basic~ com casaquinho de ~leopard print~ e ~flower headband~ 
– mas eu chamo de “roupa simples”, “blusa de onça” e “tiara de flores” na “parede vermelha” mesmo ;P

onçaeflores_01

onçaeflores_02

onçaeflores_03

onçaeflores_04

onçaeflores_05

onçaeflores_06

onçaeflores_07

onçaeflores_08

onçaeflores_09

  • regata Riachuelo
  • cardigan Marisa
  • calça Zara
  • tênis Vans
  • tiara de flores Caterina foi passear…
  • cinto 25 de Março
  • relógio Casio

Edifício Martinelli

Para deixar um legado permanente de seu trabalho, o Comendador Giuseppe Martinelli (italiano, dono de uma empresa de navegação) decidiu erguer na cidade de São Paulo o mais alto arranha-céu da América do Sul. Em 1924 iniciou a construção do prédio de 12 andares, projetado com ajuda do arquiteto húngaro William Fillinger, em um grande terreno da então área mais nobre da capital. Assim surgiu o Edifício Martinelli.

Durante a construção foram “acrescentando” mais andares e em 1928 chegou a 20. Nessa época o próprio Comendador já havia assumido o projeto e também trabalhava como pedreiro. Quando o prédio atingiu 24 andares foi embargado, por não ter licença e desrespeitar as leis municipais – ultrapassava o limite de altura dos prédios na cidade. Depois que essa questão foi resolvida, uma comissão técnica garantiu que o prédio era seguro e limitou sua altura a 25 andares, mas o objetivo de Martinelli era chegar aos 30 e o fez construindo sua nova residência, com cinco andares, no topo do prédio.

O edíficio e seu dono passaram por maus bocados no decorrer de sua construção e Martinelli teve que entregar ao governo da Itália em troca de uma dívida, mas, durante a guerra, o Brasil confiscou o patrimônio. Passado alguns anos ficou abandonado e se tornou um grande cortiço, mas em 1975 foi desapropriado pela prefeitura e completamente reformado. Reinaugurado em 1979, hoje abriga secretarias municipais, empresas particulares e estabelecimentos comerciais na parte térrea.

A “Casa do Comendador” é a réplica de uma villa italiana, e do seu terraço maravilhoso temos uma visão panorâmica da cidade. Essa visita foi menos concorrida que a do Banespa. Existe uma portaria exclusiva para os visitantes do terraço (chegamos, preenchemos nossos dados e entramos no elevador – direto para o 26º andar), como o espaço é grande não há restrição ao número de pessoas (tinha umas 15 com a gente), a visita é monitorada e o tempo de permanência dura de 15 a 20 minutos.

martinelli_01

martinelli_02

martinelli_03

martinelli_04

martinellilook_04

martinelli_05

martinelli_06

martinellilook_05

martinelli_07

martinellilook_02

martinellilook_03

martinelli_08

martinelli_12

martinelli_09

martinellilook_06

martinelli_10

martinelli_11

martinellilook_07

martinelli_13

  • regata Riachuelo
  • calça Marisa
  • tênis Vans
  • echarpe comprado em Bs As
  • óculos Ray-Ban

Edifício Martinelli: Av. São João, 35 – Centro – Próx. Metrô São Bento
Seg. à sex., das 9h30 às 11h30 e das 14h30 às 16h30; sáb. das 10h às 13h00
Entrada gratuita e não precisa agendar (exceto grupos grandes)

Flores do campo

e trancinha para disfarçar a cara de sono em um dia nublado ;}

  • camisa Zara
  • calça Marisa
  • bota Shoestock
  • bolsa Fairy Tale

Green Panther… ops

Tarde de domingo no jardinzinho da vó, pós almoço de dia dos pais, com toda uma combinação de rosa e verde sem querer querendo ;D

  • camiseta e sapatilha Zara
  • calça Marisa
  • pulseiras de spikes eu que fiz, verde trançada Cada Qual

beige & burgundy

Estava organizando meu desktop esses dias e achei várias pastas de posts que, graças a bagunça, eu não publiquei…

Bem, essas fotos são do dia da abertura da loja Lomography de SP, que eu fui com a Natália no final do ano passado (pois é, faz tempo).

Nati

  • camisa Zara
  • calça Marisa
  • bolsa C&A
  • sandália Pop Chiq

Eu

  • camiseta Zara
  • shorts DIY
  • meia-calça Lupo
  • bolsa Renner
  • bota Shoestock

vintetres

Sábado à noite ;]

  • jaqueta Forever 21
  • camiseta Zara
  • calça Marisa
  • wedge Bottero
  • esmalte Hits Dionísio