Arquivo da tag: friends

Konichiwa Nihon !

Oi sumida!

Essa é minha última semana no Japão (pois é, para quem não sabia, estou aqui!), muito triste por ter que me despedir, mas muito feliz pela experiência!

Para começar, bem, eu e mais três amigas planejamos essa viagem por muito tempo. Era um sonho em comum ver as cerejeiras florescendo e decidimos realizar juntas. Não foi fácil, muito menos barato, mas demos muuuita sorte em vários aspectos: passagem na data que queríamos com preço bom e em uma das melhores companhias aéreas, as flores estarem perfeitas (porque elas tem pouquíssimo tempo de vida), encontrar Airbnb com preço bom e ótima localização… Coisas que não tem um segredo, foi sorte/coincidência mesmo!

Sobre tudo o que vi, eu não tenho melhor palavra para descrever do que: MARAVILHOSO! Ouvimos relatos de muita gente que viajou para cá uma ou mais vezes e de pessoas que moram/moravam aqui e ainda assim fomos surpreendidas! Tudo é muito diferente do que estamos acostumados no Brasil, as pessoas, o funcionamento das coisas, cotidiano e costumes…

Quando eu voltar para o Brasil – e conseguir me acalmar (!) – vou fazer posts mais detalhados sobre as coisas lindas e legais que estou vendo por aqui. Deixo apenas algumas fotos para dar um gostinho, espero que gostem ;]

こんにちは 日本

prainha é bom

Eu passei os últimos dias de 2015 e os primeiros de 2016 em Boiçucanga, em São Sebastião (litoral norte de SP). Fazia muito tempo que eu não ia à praia e, como sempre, foi uma delícia!

Foram alguns dias de sol, outros nublados e até chuvosos, mas nada estragou a viagem. Bom, não vou falar muito, não quero ficar passando vontade, mas eu preciso deixar aqui uma porção de registros da alegria :D

Prainha é muito bom!

Bosque das Cerejeiras

No fim de semana eu e ozamigues fizemos uma viagem até o Parque do Carmo para conhecer o Bosque das Cerejeiras, onde fica a maior concentração de árvores cerejeiras de São Paulo, com cerca de 4mil árvores e quatro tipos diferentes de flores. Como não pudemos ir no Festival das Cerejeiras no fim de semana anterior, corremos neste para ver os resquícios de flores do parque.

As flores de cerejeira demoram para nascer e são super frágeis ): por isso, mesmo indo apenas uma semana depois delas terem florescido, não conseguimos ver aquelas árvores completameeeenteee cheeeeias de florezinhas cor de rosa. Mas valeu a pena o passeio, o dia estava lindo e ainda conseguimos registrar muitas fotos com as sakuras para mostrar aqui ♥

Parque do Carmo – Olavo Egydio Setúbal
Av. Afonso de Sampaio e Souza, 951 – Itaquera – São Paulo
Aberto todos os dias das 5h30 às 18h

❀ ❀ ❀

Meu Casamento – Decoração e Festinha

E pra finalizar o assunto, vou mostrar mais da decoração do meu mini wedding, que eu prefiro chamar de casamentinho mesmo, hehe.

Como eu já tinha contado um pouco aqui, optamos por fazer algo bem simples, mas com a nossa cara. Sei que muitos preferem uma decoração mais clássica, mesmo quando é um casamento intimista, mas o mais importante é que seja especial para os noivos, certo? ;]

Para a festa, que foi no período da tarde/noite, eu decidi usar uma roupa mais confortável, então troquei o vestido por um macaquinho e coloquei uma coroa de flores que ganhei da Caterina foi passear especialmente para a ocasião. O Psy trocou a camisa por uma “menos séria”, mas manteve a gravatinha charmosa.

Os docinhos (brigadeiro, bicho de pé e maçã do amor) e a decoração da mesa ficaram por conta da Mimos da Pamela, que sempre faz festas lindas! O bolo e os bem-casados ganhamos de presente. Os monóculos nós encomendamos na Beephoto – amarramos o fio de nylon em cada um deles e fizemos várias “cortinas” pelo salão. Também espalhamos luminárias japonesas e bandeirinhas coloridas.

Colocamos as plaquinhas nas mesas de comidas, as garrafinhas com flores de origami nas mesas dos convidados e como lembrancinha uma foto instax dos noivos com cada convidado dentro de um envelope que eu fiz questão de escrever à mão. Sim, foi tudo à mão, não sei porque tenho essa mania de não automatizar certas coisas, mas eu amei o resultado ♥ Foi simples, foi corrido, mas foi com muito amor!

Fotos: Carol Luz

“Hoje em dia os Casamentos não seguem mais um formato predeterminado. Tornaram-se grandes celebrações que tem a finalidade de acolher e divertir os convidados. Por isso mesmo cada detalhe escolhido deve traduzir a personalidade dos noivos. Como se sua festa fosse a extensão de sua casa! O décor atual segue as tendências da moda. Da moda casa, da moda estilo, da moda gastronomia… Mas tudo com a personalidade do casal. Sempre!”
(Roberto Cohen, fonte: Westwing)

Muito obrigada a todos pelos votos e pelo carinho ♥

My sweet twenty-six ♥

Trocadilhos com “my sweet sixteen” a parte, comemorar meus 26 anos na última terça-feira foi mesmo muito ~doce~. Doce de comidas gostosas e doce de muito amor ♥

Nem tenho muito o que dizer… Agradeço a todos por me acompanharem aqui (mesmo quando eu largo esse bloguinho às traças) e nas redes sociais, pelas felicitações que me mandaram e pelo carinho de sempre :3

✭ Obrigada! ✭

Festival de comida japonesa indahouse !

Eu já contei que não sou lá grande coisa na cozinha, mas se é pra fazer algo que eu gosto coloco a mão na massa sem pensar duas vezes ;]

Na verdade dessa vez foi um pouco diferente, combinei com alguns amigos de fazer um almojanta aqui em casa e decidimos que seria comida japonesa !!! Cada um sabia fazer algum prato e foi assim que funcionou nossa linha de produção, todos ajudando no que podia e no fim tivemos um belo banquete com temaki, sushi, sashimi, guioza, shimeji e sunomono.

Também rolou uma caipirinha de saquê e salgadinhos japoneses enquanto os pratos mais complicados eram preparados. E para a sobremesa eu fiz uma delicioso pavê de Kit Kat (super me gabando sim!) que aprendi no Gulab ♥

Quando todos participam parece que fica ainda melhor, não é mesmo? E claro que registramos o que deu em fotos, já que o sabor agora é só saudade hehehe!

ITADAKIMAAAASUUU!

ReSPecT Festival

Demorei mas voltei (: e voltei com fotos de um evento que fui em Monte Mor (SP) nesse último fim de semana, o festival Respect YourSelf.

RESPECT é um Encontro Multicultural e Ecológico espelhado nos melhores festivais de Arte e Cultura Alternativa do Planeta” e o vento promove “respeitar a si mesmo”, pois todos possuímos elementos físicos, energias sutis e a grande força evolutiva, assim como as plantas, os animais, os oceanos, as estrelas e as galáxias, que transforma o Universo e é a partir do indivíduo que se evolui o coletivo e faz do mundo em um lugar melhor. Sim, é clichê, mas é lindo!

No festival vi muito artesanato, pinturas, performances, dancei música eletrônica que rolou na tenda principal e vários outros estilos musicais no chill out, deitei na grama, vi tantas estrelas no céu limpo (pena que a camerazinha não conseguiu captar), vi o sol nascer enrolada no saco de dormir e dormi na beira do lago… Nada como fugir do terror da cidade grande por algumas horas e celebrar a vida, liberdade, paz e união! ;D

❀ ✿ ❀ ✿ ❀

resuminn…

O frio chegou pra valer e tantas coisas vem acontecendo que muitas vezes mal dá tempo de vir aqui contar e já acontece outra, fico até com preguiça perdida… Mas resolvi fazer um resuminho de tudo e antes tarde do que mais tarde, não é mesmo? (ok, eu também detesto essa expressão, mas ela define bem a realidade)

Além de muito trabalho (na Oppa e nos freelas), agora também tenho uma casa pra cuidar (ainda bem que o Psy me ajuda!!), por isso ainda estou aprendendo várias coisas, mas não deixo uma boa diversão de lado! Tenho feito alguns experimentos culinários, encontrado azamyga, ido a shows e visitado exposições…

Minha casa ainda não está totalmente pronta, mas consigo mostrar um pouquinho das coisas aqui, como a minha porta vermelha com moldura no olho mágico – que é igualzinha a da Monica Geller (Friends) ;] e a única parede “livre” da sala, que usamos para fotografar os looks que usamos no casamento de um amigo, claaaro! Mas acabou não rendendo um post único, então vieram para este, hihi.

Oh yes! Coloquei um piercing no septo… que doeu muito, mas eu adorei! E comecei minha “criação” de plantinhas que exigem poucos cuidados, porque eu sou o desastre em pessoa sim (agora já são 6, mas ainda não consegui fotografar todas). Aí eu juntei um pouco de tudo isso em fotos ao longo dos  dias e estão aqui agora hahaha – espero mesmo que gostem! ;*

resumo_1

resumo_2

resumo_3

resumo_4

resumo_5

resumo_6

resumo_7

resumo_8

resumo_9

resumo_10

resumo_11

resumo_12

resumo_13

resumo_14

resumo_15

Que a sexta-feira seja linda e que vocês tenham um ótimo final de semana ♡

festa duro

Sem qualquer motivo especial, fizemos uma festa tão simples mas tão boa no atelier do nosso amigo Jay Lee, que eu nem tenho muito o que dizer neste post, apenas amei as fotos e quis dividir com o mundo (não todas, claro! haha) :D

festa_duro_01

festa_duro_02

festa_duro_03

festa_duro_04

festa_duro_05

festa_duro_06

festa_duro_07

festa_duro_08

festa_duro_09

festa_duro_10

festa_duro_11

festa_duro_12

festa_duro_13

festa_duro_14

festa_duro_15

É, somos todos artistas e bailarinos em potencial -só que não. hahaha

Tenham uma ótima semana ;*

Lollapalooza 2014

Oba oba, no último fim de semana rolou mais um Lollapalooza (: e nada como assistir seus artistas preferidos, junto com amigos e ao ~ar livre~ durante dois dias inteiros! (e dar uma pausa rápida no “assunto SPFW”).

Este ano o evento aconteceu no Autódromo de Interlagos, que tem um espaço ótimo, comportou muito mais gente e cinco palcos (antes eram quatro): Skol, Onix, Interlagos, Perry e Kidzapalooza. O som de um não interferia no outro e os barrancos nos proporcionavam melhores vistas dos palcos, mesmo estando distante, e os lounges dos parceiros e patrocinadores ficaram ainda melhores!

Mas a distância entre um palco e outro era de 700m a 2,5km, além de só ter um caminho para tal e com a quantidade de gente era impossível sair de um show e ir pra outro sem perder quase metade da atração :/

Outro problema foi o transporte. O estacionamento era caríssimo e a estação mais próxima era a Autódromo da linha Esmeralda CPTM, o percurso até o evento (e vice-versa) levava em média 15 minutos. Como no sábado o público era infinito + tempo de percurso entre palcos + percurso até a saída + percurso até a estação = muitos ficaram na rua no fim da noite! Pelo menos domingo foi mais tranquilo e uma equipe do evento auxiliou o público no trajeto. #ficadica pra colocarem ônibus especiais do evento com mais estações de destino, assim não congestiona a região e ninguém corre o risco de perder o trem.

O chão cheio de lixo por todo o evento foi algo que me deixou #chatiada triste. Sabemos que vai da consciência de cada um guardar o lixo e tudo mais, mas não se via lixeiras (vi apenas duas em todo percurso) e pisávamos mais em copos de plástico do que na grama. Se o evento disponibilizasse um copo/caneca decorado por pessoa e barateasse a cerveja para quem usasse este, talvez a sujeira fosse menor… além do incentivo a reciclagem (cadê?), mas… ficaí mais uma dica.

Apesar de tudo, não tem como não se divertir. Os shows foram lindos e na seleção de atrações o Lollapalooza é mesmo sempre muito bom ♥

lollapalooza_2014_01

lollapalooza_2014_02

lollapalooza_2014_03

lollapalooza_2014_04

lollapalooza_2014_05

lollapalooza_2014_06

lollapalooza_2014_07

lollapalooza_2014_08

lollapalooza_2014_09

lollapalooza_2014_10

lollapalooza_2014_11

lollapalooza_2014_12

lollapalooza_2014_13

lollapalooza_2014_14

lollapalooza_2014_15

lollapalooza_2014_16

lollapalooza_2014_17

lollapalooza_2014_18

lollapalooza_2014_19

lollapalooza_2014_20

lollapalooza_2014_21

lollapalooza_2014_22

Que o Perry Farrell leve em conta todas as dicas (hê) e que a próxima edição seja ainda melhor! ;*