Arquivo da tag: Frida Kahlo

Frida Kahlo – Conexões entre mulheres surrealistas no México

Eu visitei a exposição no Instituto Tomie Ohtake já faz algum tempo, mas só levei o celular e estava, até então, com frescura de usar essas fotos… Enfim, faltando um mês para acabar, tomei coragem de postar, então vamos lá!

A exposição conta com obras de 15 artistas vinculadas ao surrealismo, entre elas mexicanas, estrangeiras radicadas no México e interessadas na cultura, que no passado eram conhecidas como “esposas” desse ou daquele artista, agora elas são as protagonistas e podemos apreciar seu legado.

Todas as obras são demais, a maior parte das artistas eu não conhecia e me encantei, mas confesso que dei prioridade por registrar (e contemplar com maior vontade) as obras da Frida (juro que não sou poser, sou só muito fã mesmo). Além de seus famosos autorretratos, também temos acesso aos seus rascunhos, fotografias, estudos, páginas de seu diário e suas roupas.

Vale a visita para ver tudo de perto e para conhecer obras que giram em torno de Frida Kahlo, mas feitas por outras mulheres tão talentosas quanto ela.

Frida Kahlo – Conexões entre mulheres surrealistas no México
Instituto Tomie Ohtake: Avenida Faria Lima, 201
(Entrada pela Rua dos Coropés) – Pinheiros
Até 10/janeiro – ter. a dom., das 11h às 20h – R$10,00 (R$5,00 meia-entrada)
Grátis às terças-feiras mediante retirada de senhas na bilheteria

Todos podem ser Frida

Esse fim de semana fui conhecer o Museu da Diversidade Sexual, que está com a exposição Todos podem ser Frida, da fotógrafa Camila Fontenele de Miranda.

Começando do começo, vamos lá! O Museu da Diversidade Cultural é um centro de cultura, memória e estudos sobre a diversidade sexual no Brasil, integrado à Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo. No momento está instalado em uma sala da Estação República do Metrô, mas ganhará novo espaço fixo e será transferido para a Avenida Paulista (aguardamos ansiosamente!).

A exposição Todos podem ser Frida apresenta o projeto fotográfico que narra a vida da pintora mexicana Frida Kahlo em cinco fragmentos: amor, dor, inteiro, cores e aborto. Nestes ensaios, a partir da inversão de gênero, são utilizados modelos masculinos em papéis femininos, mostrando que a imagem da artista e sua bissexualidade estão presentes nas várias nuances do ser humano.

Também há uma intervenção fotográfica que rola aos finais de semana (das 14h às 19h), na qual os visitantes podem se transformar em Frida Kahlo e, assim, contribuir para o projeto. Maquiadores e figurinistas auxiliam o pessoal e todos podemos ser Frida ♥ Claro que eu não perdi isso e também participei!

Todos podem ser Frida – até 28/02/2015
Museu da Diversidade Sexual: Estação República do Metrô – Loja 518
De terça a domingo, das 10h às 20h – Entrada gratuita

Frida Punk

Ou Daft Kahlo… (?) err. hahahaha! Estou falando dessa blusa maravilhosa que ganhei de amigo secreto em dezembro e precisava estar no primeiro look de 2014 (é, eu demorei…)!

A estampa é uma ilustração do artista Fab Ciraolo (❤) que usa elementos que eu adoro em suas criações! Neste caso a Frida Kahlo, Daft Punk (omg! 5 Grammys!!), flores, tatuagens, cropped tee… E seu título na verdade é “Frida Del Rey”, pois é baseada em uma foto da Lana – a ~responsável pop~ pela volta das coroas de flores.

Bem, eu continuo sumida pois estou de mudança e só quem já passou por uma sabe o sofrimento que é – #dramas hahaha ;D

frida_kahlo_daft_punk_01

frida_kahlo_daft_punk_02

frida_kahlo_daft_punk_03

frida_kahlo_daft_punk_04

frida_kahlo_daft_punk_05

frida_kahlo_daft_punk_06

  • regata Violeta Skate Rock (presente)
  • saia C&A
  • tênis Keds
  • bolsa Dzarm

basic colors

Cores se encaixando em combinações quase imperceptíveis…
Pegando um sol na cuca e aproveitando esse super calor paulistano ;]

cores_01

cores_02

cores_03

cores_04

cores_05

cores_06

cores_07

cores_08

cores_09

cores_10

Psy

  • camiseta C&A
  • bermuda Renner
  • tênis Vans

Eu

  • camiseta e sapato Zara
  • shorts DIY
  • bolsa NonSense
  • óculos Herchcovitch para Chilli Beans