Chega mais 2018 !

Ahh, o Natal já passou e vem chegando o Réveillon… Lá se vai mais um ano em um piscar de olhos, especialmente esses últimos meses! 2017 foi cheio de pressão e reviravoltas, com muitas mudanças e realizações.

Não foi um ano que eu saí muito, a não ser para jogar Pokémon Go hihihihi! Mas no geral passei bastante tempo em casa, assistindo séries e animes e planejando minha viagem ao Japão. Depois passei bastante tempo me recuperando dessa viagem, física e psicologicamente hahaha!

Mas não só de Japão foi o meu ano. Consegui (e sozinha) o tão sonhado cabelo arco-íris, parei de usar secador e chapinha e descobri que meu cabelo é muito mais cacheado do que eu imaginava! Reavaliei minha vida, minha profissão e meus hobbys. Me organizei, adotei dois gatinhos que são as coisinhas mais preciosas e mudei de apartamento.

Nem parece tanto, mas tudo foi muito intenso! Tentei tirar o melhor proveito de todas as decisões e consequências e espero que 2018 seja ainda melhor!

Que o próximo ano venha suave, mas cheio de coisas maravilhosas para todos!

★·.·´¯`·.·★ Feliz 2018 ★·.·´¯`·.·★

Comprinhas no Japão II

Mais comprinhas obaaaa!!

Agora um pouquinho mais de “cacarecos”. Vários chaveirinhos de maquinas de gacha e até uma emocionante história (ok, nem tanto) de como encontramos a ÚNICA COISA DE NANA (Ai Yazawa) EM TODO O JAPÃO ♡ Foi tão de repente, nem estávamos prestando atenção nos arredores, foi apenas uma cruzada de olhares (entre eu e a maquininha) OMG!! hahaha

As pelúcias mais fofinhas, ímãs divertidos dos lugares que visitei e o livro de arte do Tadashi Hiramatsu, meu designer de personagem favorito! Um character designer de anime é o responsável por adaptar da melhor forma o personagem de um mangá, novel ou jogo para animação. Ele desenha todas as posições e expressões mantendo a essência de cada personagem e sua história.

Confira o vídeo e as fotos ;D

Ainda tenho muito o que mostrar dessa viagem! Logo logo eu conto mais hehehe!

Confira aqui o primeiro post de comprinhas.

Comprinhas no Japão I

Desde que eu voltei do Japão muita gente pergunta “eaí, comprou muita coisa?” e a resposta é sempre: “SIM!” hahaha (rindo de nervoso). Então, mesmo já fazendo muito tempo, resolvi mostrar tudo em vídeo (ou pelo menos a maioria) o que trouxe da terra do sol nascente ♥

Comecei pelas roupas, acessórios, cosméticos e o único eletrônico: uma (nova) câmera Instax Mini. As lojas de artigos eletrônicos lá são imensas e tem de tudo – sim, eles vendem robôs! hahahaha. São vários andares, um para cada segmento. Eu não estava PRECISANDO de nada (o Nintendo Switch estava esgotado), só resolvi “atualizar” minha Instax por puro capricho, pois a 7s funcionava muito bem, mesmo estando comigo há muitos anos, mas eu não resisti ao verde menta da 8+.

As roupas e os cosméticos eu comprei em diferentes lojas, a maioria multimarcas. Os grandes shoppings tinham lojas muito caras, então preferimos as lojas e galerias de rua, onde também tinham GU e demais fast fashions. As meias encontramos em todo lugar que passávamos, até nos templos era possível comprar!

Em breve farei o vídeo mostrando mais coisinhas japonesas, fiquem ligados ;)

Confira aqui o segundo post de comprinhas.

Greetings from Osasco

Para quem não sabe, eu sou de Osasco (Zona Oeste de São Paulo), que, apesar do lema “Cidade trabalho”, é mais conhecida como A Capital do Hot Dog. Durante o dia muitos carrinhos com os lanches normais e à noite chegam os que fazem os turbinados, gigantes e bombásticos “hot dog no prato”. Eu confesso que faz muitos anos que eu não como hot dog de rua, mas se eu fosse indicar para alguém, com certeza seria algum do calçadão.

Ahh o calçadão! Um lugar cheio de lojas de todos os tipos, juro que lembra uma 25 de Março. De roupas a móveis, de livros a bugigangas, com preços para todos os bolsos, “chip da tim vivo claro e oi”, “oculista exame de vista” e pombas. Muitas pombas. Cuidado para não darem um rasante no seu hot dog, pois são muitas pombas mesmo!

O meu caso com essa cidade é de eterno amor e ódio, mas quando eu era jovem (aiai…) achava Osasco o centro do universo. Eu não saía daqui (eu ainda moro aqui), conhecia o Largo de Osasco como a palma da mão (já mudou muito desde então), ia a todos os eventos e curtia ao máximo que a cidade tinha a oferecer. E foi legal, ahh foi muito legal!

Osasco ta looonge de ser a melhor cidade do mundo, mas continua sendo boa pra mim. Eu nasci aqui, eu cresci aqui (gabrieeelaaa) e tenho orgulho, por isso amei quando vi essa camiseta! Ainda mais porque tem ilustração TOPTOPTOP da minha querida amiga Adriana Marto ;]

  • camiseta Bolovo
  • shorts Marisa
  • pochete Agora Que Sou Rica
  • meia-çalça Triffil
  • coturno Dr. Martens

Anime Friends 2017

Falando em Japão~~ mais um Anime Friends chegou – e se foi. No último final de semana, em local inédito, aconteceu a 15ª edição do maior evento de cultura pop japonesa e universo geek e desta vez foi o Transamerica Expo Center, na Zona Sul de São Paulo, que abrigou os fãs de anime, mangá, videogame e cosplay, entre outros.

Foram 3 dias de evento, somando mais de 100 horas de atrações divididas em 5 palcos. Com desfile e concurso de cosplay, Amimekê e Kpop Cover Challenge, feira com exposição e vendas de brinquedos, jogos, acessórios, livros, mangás novos e usados e material autoral, além de palestras e bate-papos com os dubladores brasileiros de Hora da Aventura e com Takumi Tsutsui, o ator que interpreta Jirayia, sim o da série de tokusatsu Jiraiya: O Incrível Ninja.

Também rolaram shows de artistas nacionais, como Bruno Sutter (o Detonator do Massacration) e Raphael Bittencout da banda Angra, que apresentou seu primeiro álbum solo, o “Brainworms I”, uma homenagem às canções que “grudam na cabeça”.

Entre as atrações internacionais rolou T. M. Revolution, Do As Infinity e o grupo idol sul-coreano Blanc7. A banda que eu mais queria ver era Asian Kung-fu Generation, conhecida principalmente por suas músicas de abertura e temas de vários animes (que eu adoro) como Naruto, Bleach e Fullmetal Alchemist. E, claro, vibrei ouvindo ao vivo!

Japão – Bizarrices do bem, presente e vlog

No Parque Ueno presenciamos as primeiras bizarrices do bem com japoneses. Foram coisas muito legais, mas chamo de “bizarrices” por não serem nada comuns aqui em São Paulo. O primeiro foi um homem que nos chamou e nos levou até uma árvore linda para tirar uma foto nossa PARA NÓS MESMAS! Estávamos andando e ele chegou falando um monte de coisas que não dava pra entender enquanto apontava para o cabelo rosa da minha amiga, nos puxou até uma árvore, pegou minha câmera e nos fotografou ali simplesmente porque achou que seria legal – e foi, embora a gente tenha ficado bastante assustadas até entender que ele só estava sendo legal mesmo.

A segunda foi com cachorrinhos que vieram até nós, a dona pediu desculpas por eles terem sujado minha saia, mas quem liga pra sujeira quando são cachorrinhos maravilhosos? Ficamos um tempão brincando com eles e no fim a dona nos deu um presente SIMPLESMENTE PORQUE AMAMOS OS CACHORROS DELA!!! Mais uma vez ficamos chocadas. Eu até gravei um videozinho* depois do ocorrido contando melhor como foi, porque eu precisava registrar logo de alguma forma hahaha! Mas fico triste por não ter filmado os cachorrinhos felizes :/

Curiosidades: Mesmo não entendendo nossa língua (e bem pouco de inglês), os japoneses (em geral) se esforçam muito para ajudar e dá pra ver como eles ficam contentes quando entendemos ou damos atenção, principalmente quando brincamos com seus cachorrinhos. Ao falar que somos do Brasil eles ficavam muito impressionados por causa da distância e do tempo de viagem.

*Me perdoem, eu ainda não sei ser vlogueira…

Festa 6 Anos Blog QO

Esse fim de semana aconteceu a festa de 6 anos do blog Questões de Opinião, da minha querida amiga Dani Penariol. Ela, caprichosa e dedicada que é, fez uma festa linda com parceiros incríveis e convidou azamigas blogueiras pra celebrar e curtir junto ♥

Não foram “apenas” drinks especiais preparados pelo JD Bares e Eventos, sanduíches e docinhos deliciosos da Douce Dila e decoração fofa de sereia com um bolo lindo da Biscuit & Co, também rolou maquiagem da Indice Tokyo e reiki com Reiki Para Mulheres no espaço todo fofo da Deodora Adora.

Colocamos o papo em dia e ganhamos muitos presentinhos personalizados. Já quero usar tudo hihihi! E ainda ganhei o sorteio de um ensaio fotográfico com a Deh Pasini, fotógrafa oficial da festa, oba oba!










Agradecimentos especiais:  Deh Pasini Fotografia, Thiago Domingos Filmes e Lanistis Assessoria
Presentes: Kopen Hair, Eico New Cosmetic, Noeli Jóias, Natumaxx Cosméticos e Indice Tokyo

Como a própria anfitriã disse: foi muito amor, comidinhas gostosas, gente linda e incríveis surpresas! Obrigada pela festa, Dani. Muito e muito sucesso pra você!

Alô 2017!

Oi gente, tudo bem? Como passaram o réveillon?

O meu foi bem gostozinho entre amigos, todos esperando ansiosamente e comemorando a chegada desse novo ano (:

2016 foi muito “tiro, porrada e bomba”, o ano do “acorda pra vida”, o ano em que a realidade da vida adulta chegou com tudo. Tanto na parte boa quanto na parte chata. E, analisando bem, foi bom – melhor ainda que acabou hehe

Copiei a ideia do ano passado colocando algumas (muitas?) fotos de 2016 do meu instagram hihi

Sim, tiveram muitas coisas boas também, não sou ingrata nem pessimista. Agradeço por tudo o que aconteceu nesse ano que passou, mas agora respira fundo e vai! Vai que vai 2016 e chega mais 2017! :D

✨FELIZ ANO NOVO✨

Então é Natal

Na verdade já foi hehehe

Curtiram bastante o de vocês? O meu foi toda aquela delícia com comidinhas e amor em família E para mostrar aqui os meus presentes lindos, fiz um gif rapidinho ;D

.¸ ¸.*☆*FLZ NTL*☆*.¸ ¸.

Trabalhar no Mc Donald’s

Eu não queria fazer textão, então fiz um videozão (er) contando como foi trabalhar no Mc Donald’s – OQUÊ? Sim, meu primeiro emprego foi em um restaurante Mc Donald’s, em 2005, e eu tenho muito orgulho de tudo o que aprendi lá.

Então, para quem quer saber um pouco de como foi essa experiência, aqui está um vídeo bacaninha – aproveita e se inscreve no canal ;]

É triste saber que o Mc Donald’s é visto por muitos como um lugar onde trabalham pessoas incapazes, mas trabalhar em restaurante fast-food não é demérito pra ninguém. Orgulhem-se de suas conquistas, mas não diminua pessoas por seus trabalhos ou condições sociais, todos merecem respeito.

Recado dado. Beijos de luz.
E por favor: VOLTA QUEIJO QUENTE!