itadakimasu

Nunca fiz o tipo prendada, principalmente quando se trata de cozinhar, mas quando é algo que eu gosto (de comer especialmente) me dedico bastante.

Então, em uma das últimas vezes que fui à Liberdade, além das besteirinhas de sempre, comprei ingredientes para fazer um bom gohan, sunomono e guioza em casa (as receitas estão linkadas nos nomes). Nham nham!

No gohan acrescentei furikake, o guioza comprei pronto e só fritei até ficar levemente dourado. Para acompanhar tomamos Bon Bon (suco de uva verde com pedaços da fruta) e uma Sapporo (a mais antiga marca de cerveja do Japão). É tudo muito simples e fácil, mas já que ficou bem caprichado, decidi fotografar pra mostrar aqui (:

E para quem se perdeu com o título, “itadakimasu” é uma expressão que os japoneses utilizam antes das refeições (entenda aqui).

itadakimasu_01

itadakimasu_02

itadakimasu_03

itadakimasu_04

itadakimasu_05

itadakimasu_06

itadakimasu_07

Ainda não temos mesa de jantar, mas… いただきます !!!

tarde de hamburguer sem frescura

Confesso que nunca tive um lado cozinheira (falta um pouco de vontade e paciência), mas juro que estou tentando chegar lá… Enquanto isso aproveito do dom dos amigos e mostro aqui a obra de arte deles, afinal o que é bom deve ser compartilhado, né?!

E em uma bela tarde de sábado, nosso amigo Lee decidiu exibir sua super chapa e seu super lado chapeiro cozinheiro fazendo um delicioso hamburguer pra gente… nham nham!

hamburguer_caseiro_01

hamburguer_caseiro_02

hamburguer_caseiro_03

hamburguer_caseiro_04

hamburguer_caseiro_05

hamburguer_caseiro_06

hamburguer_caseiro_07

hamburguer_caseiro_08

hamburguer_caseiro_09

hamburguer_caseiro_10

hamburguer_caseiro_11

Tudo bem simples e sem frescura, mas muito -MUITO- gostoso! haha

Ele se baseou nesse vídeo que o Papo de Homem fez com o Paulo Yoller do Meats (uma hamburgueria aqui de São Paulo) e vocês podem ver como é fácil fazer um hamburguer caprichado, hmm…

Ah! Também usamos maionese, guacamole e Doritos para incrementar ainda mais, fica a dica ;]

Réveillon Pokémon

Ai socorro, 2014 já começou e tem quase uma semana! E foi demais passar a virada de ano com esses pokémons, afinal, quem não ama? Hahahaha essa foi a mesa mais linda!

Sempre nos juntamos e fazemos uma festa entre amigos com boa música (ou não), comidas e bebidas para os pobres mortais que não podem passar a virada fora de São Paulo, hê! E dessa vez comemoramos o ano novo com uma decoração um pouco diferente ♥ e a correria um pouco maior, mas tão legal quanto os anos anteriores!

reveillon_pokemon_01

reveillon_pokemon_02

reveillon_pokemon_03

reveillon_pokemon_04

reveillon_pokemon_05

reveillon_pokemon_06

reveillon_pokemon_07

reveillon_pokemon_08

reveillon_pokemon_09

reveillon_pokemon_10

reveillon_pokemon_11

reveillon_pokemon_12

reveillon_pokemon_13

reveillon_pokemon_14

reveillon_pokemon_15

reveillon_pokemon_16

Espero que tenham passado um lindo Réveillon e desejo a todos um 2014 mágico e especial! FELIZ ANO NOVO!

Big Kahuna

Já tem uns (muitos) dias que fui com meus amigos experimentar uma hamburgueria que é perfeita para os fãs dos filmes de Quentin Tarantino, especialmente Pulp Fiction! É o Big Kahuna, que tem muitos posters e quase todo o cardápio com nomes baseados no filme clássico de 94.

Com hamburgueres, cachorros quentes, milk shakes e cervejas especiais, a lanchonete tem várias tvs passando filmes diferentes do Tarantino (Pulp Fiction no salão principal, Django no bar, outros no andar de cima…), os lanches são lindos (com cara de super apetitosos) e todo mundo aprovou o que pediu – eu ameeei o Farmer John (8ª foto), nunca tinha comido e nem pensado em hamburguer com shimeji e adorei! Super recomendo!

bigkahuna_01

bigkahuna_02

bigkahuna_03

bigkahuna_04

bigkahuna_05

bigkahuna_06

bigkahuna_07

bigkahuna_08

bigkahuna_09

bigkahuna_10

bigkahuna_11

E por que “Big Kahuna”? Entenda:

“Hmm this is a tasty burger… You’re a smart motherfucker!” ;D

Big Kahuna: Alameda Lorena, 53 – Jd. Paulista – SP
De terça a domingo – Tel: 4561-6770 / 3051-6268

Campos do Jordão e os chocolates

Uma coisa que eu vi muito por Campos foi chocolate. São infinitas lojas e chocolaterias especiais por onde se passa – e eu não consegui deixar de fazer esse post (socorro, já estou com água na boca!).

Primeiro a Cacau Show, que tem uma Fábrica Artesanal muito lindinha e de longe avistamos sua cobertura de chocolate derretido – de mentira, claro. Dentro é uma grande loja com cascatas de chocolate, café, esculturas e uma variedade gigante de trufas, barras etc. A fábrica de chocolates da Cacau Show fica em São Paulo e não é possível visitar.

Outra é a Chocolate Araucária, lá sim é possível ver todo (ou grande parte) do processo de fabricação dos chocolates, tudo através de uma parede de vidro. No segundo andar da fábrica fica o Museu do Chocolate, um espaço com a história do chocolate com fotos e utensílios.

Também tem um ateliê e a loja, para os visitantes apreciarem as diversas opções do menu à base de cacau, além de tortas doces e salgadas, café, bolos, sorvetes e o fondue express.

choco_01

choco_02

choco_03

choco_04

choco_05

choco_06

choco_07

choco_08

choco_09

choco_10

choco_11

choco_12

choco_13

choco_14

choco_15

choco_16

choco_17

choco_18

choco_19

Cacau Show: Av. Frei Orestes Girardi, 3257 – Vila Jaguaribe
Chocolate Araucária: Rua Amadeu Carletti Jr., 255 – Vila Jaguaribe
As visitas são gratuitas e não precisam ser agendadas.

Centro Histórico – Santana de Parnaíba

No último domingo fui com a família conhecer o centro de Santana de Parnaíba, município fundado em 1580, na região metropolitana de São Paulo – e para muitos é considerado ~interior~. Aproveitamos o sol e fomos curtir a feirinha (:

A cidade possui o maior conjunto colonial existente no estado de São Paulo, os casarões dos séculos XVII e XVIII foram tombados e restaurados, muitas ruas ainda são de paralelepípedos e a Igreja  Nossa Senhora de Sant’Ana se destaca no Lgo. da Matriz.

santanadeparnaiba_01

santanadeparnaiba_02

santanadeparnaiba_03

santanadeparnaiba_04

santanadeparnaiba_05

santanadeparnaiba_06

santanadeparnaiba_07

santanadeparnaiba_08

santanadeparnaiba_09

santanadeparnaiba_10

santanadeparnaiba_11

santanadeparnaiba_12

santanadeparnaiba_13

santanadeparnaiba_14

santanadeparnaiba_15

santanadeparnaiba_16

santanadeparnaiba_17

santanadeparnaiba_18

santanadeparnaiba_19

santanadeparnaiba_20

santanadeparnaiba_21

Cervejaria Baden Baden – Campos do Jordão

A Baden Baden é uma microcervejaria original de Campos do Jordão e foi fundada em 1999 por quatro amigos apaixonados por cerveja. E porque estou falando sobre isso? Primeiro porque hoje é o dia internacional da cerveja yay! (toda primeira sexta-feira de agosto); segundo porque a Choperia Baden Baden é a mais disputada da Vila Capivari e conhecer sua fábrica em Campos é um dos passeios imperdíveis: o Baden Baden Tour!

Atualmente a Baden Baden pertence à Brasil Kirin (segunda maior cervejaria do país), mas isso não mudou nada em sua fabricação, que continua sendo no melhor estilo alemão. Assim, a marca conquistou prêmios nos principais campeonatos do mundo, como o European Beer Star, o Australian International Beer Awards, South Beer Cup e World Beer Cup.

Na visita à fábrica aprendemos como são feitas, conhecemos todo o portfólio de cervejas da marca (atualmente são 7 + 2 sazonais) e degustamos duas das mais tradicionais cervejas Baden Baden: a Cristal: estilo Pilsen, feita com maltes de cevada, tem aroma de cereais, teor alcoólico de 5,0%; e a Stout: escura, feita com malte torrado, levemente amarga e com aroma de café e chocolate, teor alcoólico de 7,5%.

cdjbaden_01

cdjbaden_02

cdjbaden_03

cdjbaden_04

cdjbaden_05

cdjbaden_07

cdjbaden_08

cdjbaden_09

cdjbaden_016

cdjbaden_10

cdjbaden_11

cdjbaden_12

Durante a viagem (não na fábrica, mas ainda em Campos) experimentos a 1999: estilo Bitter Ale (original da Inglaterra), coloração cobre avermelhada, amarga com aroma de lúpulos florais, teor alcoólico de 6,0%; a sazonal Celebration Inverno: estilo Double Bock, escura e bem encorpada, aroma adocicado, teor alcoólico de 8,2%; e a novidade (e edição limitada) Chocolate Beer: leve amargor do malte torrado, mas com aroma doce de baunilha e chocolate (na verdade é apenas cacau), teor alcoólico de 6,0%. Todas super aprovadas!

O tour custa R$15,00 e é necessário angendar pelo telefone (12) 3664-2004.

16º Festival do Japão

Eu contei os dias esperando por esse evento! Ok, exagerei… mas que quando saíram as datas do Festival do Japão 2013 eu fiquei toda empolgada, ahh isso foi! hahaha

Pois sim, no fim de semana passado aconteceu a 16ª edição do Festival do Japão. Eu fui ano passado – contei um pouco sobre ele (aqui) – e neste não poderia deixar de ir, programa anual marcado na agenda! O evento continua sendo o maior da América Latina sobre cultura japonesa,  divulgando suas tradições e conhecimentos para as novas gerações.

Este ano o tema foi “Tecnologia e Modernidade”, contou com muitas atrações artísticas, de danças, músicas e a final brasileira do World Cosplay Summit (WCS – Campeonato Mundial de Cosplay). Também tinha áreas recreativas, feirinha de artesanato, workshops e apresentação de taiko e a maravilhosa praça gastronômica (uma das maiores razões pra eu amar esse festival hihihi).

fdj13_01

fdj13_02

fdj13_03

fdj13_04

fdj13_06

fdj13_07

fdj13_08

fdj13_09

fdj13_11

fdj13_12

fdj13_13

fdj13_15

fdj13_16

fdj13_17

fdj13_18

fdj13_19

fdj13_20

fdj13_21

fdj13_23

fdj13_24

fdj13_25

fdj13_26

fdj13_27

fdj13_28

fdj13_29

Já esperando pela 17ª edição! hahahaha

Conexão Cultural São Paulo

Ontem, dia 9/07, em comemoração ao feriado paulistano pela Revolução Constitucionalista, aconteceu a quarta edição do Conexão Cultural São Paulo. Evento que busca integrar as pessoas com a cidade através da cultura.

Nesta edição o tema foi São Paulo de todas as cores e os visitantes puderam compartilhar e vivenciar receitas de vida e cor para a cidade. A programação reuniu arte urbana, palestras, música, intervenções com 13pompons – inspirada pela tendência de outros países, Letícia Matos vestiu alguns postes da entrada do museu com peças de tricô, como tem feito por São Paulo; e exposições: Como colorir a cidade de São Paulo?Impressões da Terra.

Com apoio da Oppa, foi feito um espaço com uma chuva de monóculos para que as pessoas pudessem descobrir as cores escondidas por trás do famoso cinza paulistano – e ainda ganhamos cookies nham nham (:

Teve também uma deliciosa feirinha gastronômica com pastel do Kyoto; pão de queijo com pernil do chef Thiago Cerqueira Lima (La Maison Est Tombée); massas artesanais do chef Rolando “Massinha” Vanucci; ceviches e arepas do restaurante Suri; e bolos e brigadeiros da chef Carole Crema (La vie en douce).

ccsp_01

ccsp_02

ccsp_03

ccsp_04

ccsp_05

ccsp_06

ccsp_07

ccsp_08

ccsp_09

ccsp_10

ccsp_11

ccsp_12

ccsp_13

ccsp_14

ccsp_15

ccsp_16

ccsp_17

As exposições continuarão no MIS até dia 14/07 (domingo), aproveitem ;]

Xmas oe

Ruas enfeitadas, família reunida, presentes e comidas gostosas, hmmm… Oba oba mais um Natal delicioso (:

foto 2

foto 3

IMG_9650

IMG_9654

IMG_9674

foto 1

IMG_9657

IMG_9672

IMG_9665

IMG_9670

Feliz Natal a todos! Muito amor e alegria sempre ;*