Edifício Martinelli

Para deixar um legado permanente de seu trabalho, o Comendador Giuseppe Martinelli (italiano, dono de uma empresa de navegação) decidiu erguer na cidade de São Paulo o mais alto arranha-céu da América do Sul. Em 1924 iniciou a construção do prédio de 12 andares, projetado com ajuda do arquiteto húngaro William Fillinger, em um grande terreno da então área mais nobre da capital. Assim surgiu o Edifício Martinelli.

Durante a construção foram “acrescentando” mais andares e em 1928 chegou a 20. Nessa época o próprio Comendador já havia assumido o projeto e também trabalhava como pedreiro. Quando o prédio atingiu 24 andares foi embargado, por não ter licença e desrespeitar as leis municipais – ultrapassava o limite de altura dos prédios na cidade. Depois que essa questão foi resolvida, uma comissão técnica garantiu que o prédio era seguro e limitou sua altura a 25 andares, mas o objetivo de Martinelli era chegar aos 30 e o fez construindo sua nova residência, com cinco andares, no topo do prédio.

O edíficio e seu dono passaram por maus bocados no decorrer de sua construção e Martinelli teve que entregar ao governo da Itália em troca de uma dívida, mas, durante a guerra, o Brasil confiscou o patrimônio. Passado alguns anos ficou abandonado e se tornou um grande cortiço, mas em 1975 foi desapropriado pela prefeitura e completamente reformado. Reinaugurado em 1979, hoje abriga secretarias municipais, empresas particulares e estabelecimentos comerciais na parte térrea.

A “Casa do Comendador” é a réplica de uma villa italiana, e do seu terraço maravilhoso temos uma visão panorâmica da cidade. Essa visita foi menos concorrida que a do Banespa. Existe uma portaria exclusiva para os visitantes do terraço (chegamos, preenchemos nossos dados e entramos no elevador – direto para o 26º andar), como o espaço é grande não há restrição ao número de pessoas (tinha umas 15 com a gente), a visita é monitorada e o tempo de permanência dura de 15 a 20 minutos.

martinelli_01

martinelli_02

martinelli_03

martinelli_04

martinellilook_04

martinelli_05

martinelli_06

martinellilook_05

martinelli_07

martinellilook_02

martinellilook_03

martinelli_08

martinelli_12

martinelli_09

martinellilook_06

martinelli_10

martinelli_11

martinellilook_07

martinelli_13

  • regata Riachuelo
  • calça Marisa
  • tênis Vans
  • echarpe comprado em Bs As
  • óculos Ray-Ban

Edifício Martinelli: Av. São João, 35 – Centro – Próx. Metrô São Bento
Seg. à sex., das 9h30 às 11h30 e das 14h30 às 16h30; sáb. das 10h às 13h00
Entrada gratuita e não precisa agendar (exceto grupos grandes)

12 Responses to Edifício Martinelli

  1. ainda não conheço esse lugar Ma, mas com essas fotos lindas fiquei morrendo de vontade!
    amei amei as fotos, sério!! <3

    beijosss

  2. lyanda! :)
    fiquei querendo conhecer esse lugaaar

  3. Que legal Marilia, adoro prédios e arquiteturas antigas, são lindas, e adorei ainda mais em saber a historinha deste edifício.
    As fotos ficaram tããão lindas/legais que quase chorei, BRIMKS huehua
    :*

  4. ahhh vc eh muito modular, cara!! qnts cores mesmo em predio historico! hahahah sou louca pra conhecer essa parte de sp pq adoro predios assim.. aqui no rio eles sao meus preferidos!!

  5. Marilia, adoro ver essas preciosidades de São Paulo aqui no blog! Lugar incrível!

  6. Noooossa! Que lindo! Adoro prédios antigos, são fantásticos! Um passeio pela história!

  7. Fotos lindas! E adorei saber mais sobre seu passeio… bem legal!
    Um beijo,
    Re.

  8. uau q prédio maravilhoso
    eu nunca tinha nem ouvido falar e adorei a explicação
    a vista é perfeita <3

  9. Amando sua calça e seu vans <333

  10. Martinelli incrível, look incrível, fotos incríveis… suspirando aqui! =***

Gostou? Deixe um comentário (: